Traduções, Artigos, Entrevistas

Posts com tag “G-vírus

Projeto G-vírus

Introdução

Este artigo falará sobre o G-vírus durante a saga Resident Evil; apresentando o máximo de informações sobre a história do desenvolvimento, como o vírus age no corpo de um hospedeiro, pessoas envolvidas e B.O.W.s criadas por ele. Sempre apresentando referências vindas dos jogos e livros.

(mais…)


Sherry Birkin

Sherry Birkin (Resident Evil 2)

Dados Pessoais

Idade: 12 anos
Tipo sanguíneo: O
Altura: ?
Peso: ?

Sherry é a única filha da figura central no programa G-Vírus, William Birkin. Talvez por ela não ter recebido nenhuma demonstração de amor de seus pais, ela não fala muito e parece ter dificuldades em demonstrar qualquer emoção. Depois do acidente biológico que aconteceu em Raccoon, ela foi para a delegacia procurar por ajuda como sua mãe, Annette, a havia instruído. Ela foi forçada a fugir do grupo de policiais zumbis no local.

Foi Claire Redfield, que tinha vindo para a cidade procurar por seu irmão mais velho, que salvou a solitária e desamparada garota. No início, Sherry estava completamente aterrorizada e não faria nada, mas quando ela percebeu que Claire era humana, ela baixou sua guarda e começou a trabalhar junto com ela. Porém, algo horrível estava perseguindo Sherry insistentemente enquanto ela procurava uma forma de fugir da delegacia. Era o Tyrant de produção em massa, o qual tinha sido enviado pela Umbrella para a delegacia. O objetivo de sua perseguição era obter a amostra do G-Vírus que estava dentro do medalhão pendurado no pescoço de Sherry, que foi escondida ali por seu pai. Mas Sherry não sabia que o vírus estava contido dentro de seu pertence mais valioso, e ela estava apenas tentando escapar…

Embora a perseguição do Tyrant tenha continuado, não foi a Umbrella que colocou as suas mãos no medalhão, mas sim Ada Wong, uma espiã enviada por uma organização diferente. Ela vinha esperando por uma chance de roubar o G-Vírus. Apesar de parecer que Sherry não seria mais um alvo depois que o medalhão foi roubado, as garras venenosas de uma nova ameaça a aguardavam: o monstro G, que um dia tinha sido o seu próprio pai, William Birkin. Sua mente havia sido destruída pelo G-Vírus mas ainda agindo de acordo com seus instintos paternos, ele tentou implantar seu embrião em Sherry para torná-la um veículo transmissor para o vírus.

Porém, com o bem-estar de Sherry em mente, foi Annette, mãe de Sherry e parceira de confiança de William, que permaneceu forte apenas com a menor das esperanças em seu coração. Sherry estava com uma febre muito alta, e parecia que o G-Vírus iria assumir o controle dela, mas ela se recuperou quando Claire injetou a vacina nela. Depois de escapar de Raccoon City, Sherry foi colocada sob proteção do governo norte-americano. Ela está sendo mantida a salvo, e é a única pessoa no mundo com uma resistência ao G-Vírus.


Claire Redfield

Claire Redfield (Resident Evil 2)

Dados Pessoais

Idade: 19 anos
Tipo sanguíneo: O
Altura: 1,69 m
Peso: 52,4 kg

Uma estudante universitária ativa que ama motocicletas mais do que qualquer outra coisa, Claire é a irmã mais nova de Chris Redfield e tem bastante orgulho do trabalho dele como membro do S.T.A.R.S. Ela tem uma personalidade forte, e mesmo sendo uma civil, ela pode usar de tudo, de uma faca de combate a um lança-mísseis. Quando foi procurar por Chris, ela usava uma faca em uma bainha em seu peito e carregava uma pistola. Suas habilidades de combate com uma faca e seus tiros altamente precisos são prova de que ela prestou bastante atenção nas lições de seu irmão mais velho. Além disso, sua destreza com as mãos está em par com a de Jill Valentine, e ela é uma especialista no arrombamento de trancas.

Depois que Chris foi para a Europa, ela ficou preocupada com o bem-estar de seu irmão e foi para Raccoon City investigar. Quando ela chegou, a cidade já estava destruída pelo surto do T-Vírus.
Logo, ela se viu sendo atacada por hordas de zumbis. Ela foi salva por Leon S. Kennedy, que na época era um recruta no Departamento de Polícia de Raccoon City. Pouco depois de se encontrarem, seu caminho foi bloqueado quando um caminhão tanque descontrolado explodiu.

Claire vagou pela cidade que tinha se transformado em um cenário do Inferno. Enquanto lutava para sobreviver, ela encontrou uma menina chamada Sherry Birkin e ficou determinada a escapar com ela. Então, ela identificou o plano secreto do G-vírus da Umbrella. Finalmente, cooperando com Leon, ela conseguiu escapar de Raccoon City. Mas esse não foi o fim para ela. Depois de se separar de Leon, ela continuou sua busca por Chris. Quando ela ouviu que Chris tinha penetrado no centro da organização da Umbrella, ela foi imediatamente para a Europa.

Usando um colete estampado com o símbolo de uma Valquíria, Claire se infiltrou em um laboratório de pesquisa em Paris. Mas apesar dela ter agido como uma profissional, ela logo foi descoberta e capturada pela Umbrella. Nesse ponto, Claire conhecia todos os segredos da Umbrella, então ela foi aprisionada na Ilha Rockfort. Porém, pouco depois de sua prisão, forças desconhecidas atacaram a ilha e Claire teve a chance de escapar de sua cela. Ela e Steve Burnside, a quem ela tinha encontrado na prisão, iniciaram sua fuga da ilha.
Então, depois de enviar um e-mail para Leon, ela se reuniu com seu querido irmão, Chris.

  • Claire ama tanto motocicletas que ela tem duas motos enormes. Uma das motos aparece na abertura. A outra moto pode ser vista na sua tela de ranking.
  • Em “RE:CV”, Claire veste uma roupa que facilita sua mobilidade, consistindo em um colete vermelho e uma calça jeans reta. Ela é muito atraente com seu estilo de roupa selvagem de motoqueira. A propósito, o colete que ela usou em “RE 2” ainda está em posse de Sherry.
  • Tanto o colete que Claire usou em “RE: 2” quanto o que ela usou em “RE: CV” tinham um desenho bastante ousado em sua parte de trás. O colete de “RE 2” tinha um desenho de um anjo dizendo “Feito no Céu”, que também pode ser visto na roupa secreta de Chris em “RE”. O colete em “RE: CV” mostra uma guerreira Valquíria e o slogan “Me Deixe Viver”.

HUNK

HUNK (Resident Evil 4 – Mercenaries)

Dados Pessoais

Idade: Desconhecida
Tipo sanguíneo: Desconhecido
Altura: Desconhecida
Peso: Desconhecido

Um ex-membro do Serviço de Segurança da Umbrella. Ele era parte das forças de elite enviadas para Raccoon City durante o surto, e se tornou o único sobrevivente daquela missão, uma honra cruel que lhe rendeu o apelido de “Sr. Morte”. Suas habilidades de combate de primeira classe vem do treinamento militar que ele recebeu na Ilha Rockfort sob a liderança de Alfred Ashford.

Quando o vírus apareceu pela primeira vez em Raccoon City, HUNK foi enviado para lá sob ordem secreta de um executivo da Umbrella França para se infiltrar e recuperar uma amostra do G-Vírus. Seu criador, Birkin, usou o G-Vírus para se transformar, mas HUNK recuperou a amostra com segurança. Seu paradeiro depois da queda da Umbrella é desconhecido.


A Terceira Organização

A Espiã

Quando Leon veio para a vila européia de Pueblo para procurar pela sequestrada Ashley, ele não era o único estranho no local. Mais alguém tinha ido para a vila procurar por algo; seu nome era Ada Wong.

Ada era uma espiã. Anos antes, ela tinha se infiltrado em Raccoon City nos seus últimos dias para roubar uma amostra do G-vírus do laboratório de pesquisa subterrâneo da Umbrella. Ela acabou encontrando Leon no decorrer de sua missão, contando à ele a história de que ela era uma civil procurando por seu amado, para encobrir seu real propósito. No início, ela usou Leon como um meio para um fim, mas eventualmente ela se viu encantada com a seriedade dele, e um laço começou a se formar entre eles. Ada acabou encontrando a amostra do G-vírus, mas terminou levando um golpe mortal ao proteger Leon. A beira da morte, ela foi salva por Wesker.

Seis anos depois, Wesker convidou Ada para se unir à “Terceira Organização”, na qual ela começou suas operações secretas mais uma vez sob as ordens dele. Dessa vez, o objetivo dela era obter uma amostra de uma “Plaga de Controle”. Ada interceptou um e-mail do pesquisador do culto Luis enviado para um velho amigo de universidade, e descobriu que ele estava procurando um modo de deixar o culto.

Ada ofereceu proteção a Luis em troca de uma amostra, e Luis concordou. Durante sua tentativa de se encontrar com ele, porém, Ada avistou Leon, que estava no local conduzindo sua própria investigação. Ver ele ali fez com que Ada se desviasse de sua missão, rendendo à ela uma severa repreensão de Wesker. Ele ordenou que ela matasse Leon, encorajando-a a “eliminar a distração”.

Os planos de Ada foram jogados selvagemente para fora de curso quando Luis foi morto por Saddler, e a amostra retornou para as mãos do culto. A situação logo se tornou mais caótica, com Jack Krauser jogando os Los Illuminados e a Terceira Organização um contra o outro por seus próprios motivos.

Krauser estava procurando por um modo de se libertar dos limites de seu corpo humano e se tornar o guerreiro supremo. Sua ambição tinha começado em 2002, quando seu braço esquerdo foi gravemente ferido durante a Operação Javier, da qual ele participou com Leon. Foi nessa época, também, que ele testemunhou o poder que os vírus da Umbrella tinham a oferecer. Depois do incidente, ele forjou sua própria morte e entrou em contato com Wesker, mas sua entrada para a Terceira Organização era apenas mais um passo em direção a realização de sua ambição.

Ada usou a confusão em sua vantagem, dando as costas às ordens de Wesker e trabalhando para atingir seus próprios objetivos. Algumas vezes manipulando Leon, outras vezes o ajudando… era exatamente igual o tempo que eles ficaram juntos em Raccoon City seis anos antes. Ela derroutou Krauser, que tinha recebido de Wesker a ordem de matar Leon, e então foi atrás do alto sacerdote Saddler para obter a Plaga de controle. Saddler ativou a Plaga de controle dentro dele mesmo e se transformou, mas ele não foi páreo para a equipe perfeita que eram Leon e Ada.

Depois da derrota de Saddler, Ada roubou a amostra da Plaga de controle de Leon, prometendo que iria “cuidar bem dela”. Ela então deixou a ilha antes que ela explodisse. Leon também conseguiu escapar da ilha, levando Ashley consigo.

Ada traiu a Terceira Organização, porém, e deixou Wesker com uma mera amostra de Plaga subordinada. Ela tinha sido uma agente dupla todo o tempo, agindo sob as ordens de outra organização enquanto apenas fingia servir Wesker. Foi para essa outra organização que ela entregou a verdadeira amostra da Plaga de controle.

Wesker ficou desapontado – se não inteiramente chocado – pela traição de Ada. No final, ele obteve uma amostra de Plaga de controle por outros meios, e então começou a pesquisá-la em nome de seus próprios fins.


Albert Wesker – Palavra-chave 08

O ex-líder do S.T.A.R.S. Albert Wesker tem estado por trás de todos os planos envolvendo vírus até hoje e seu comportamento é sempre visto como misterioso.

Após ter sido nomeado gerente do Centro de Treinamento em Gestão da Umbrella nos anos 70, ele foi um dos principais pesquisadores a trabalhar no vírus. Porém, mesmo enquanto seguia as ordens dados pelo diretor geral, Ozwell E. Spencer, Wesker estava desenvolvendo um plano de acordo com suas ambições pessoais. “Eu superarei a Umbrella”. Mesmo cercado por colegas de trabalho que estavam contentes em trabalhar para a companhia Umbrella, Wesker queria chegar ao topo do mundo. Para conquistar essa ambição ele não tinha problema nenhum em fazer os sacrifícios que julgava necessários e vários de seus planos seguiram dessa forma. O primeiro deles foi tomar à força os frutos das pesquisas iniciais de James Marcus. Ao roubar o vírus e declará-lo como seu, Wesker assegurou um lugar ao lado de Spencer. Porém, ao descobrir que William Birkin estava próximo de completar sua pesquisa com vírus, Wesker se mudou para o departamento de informações e começou a agir com mais urgência do que antes. Ele já havia se tornado um dos líderes do S.T.A.R.S., mas isso era apenas para esconder seus reais objetivos. Nos estágios finais de seu plano, ele se aproveitou do desastre em Arklay. Após guiar seus subordinados para a mansão, ele secretamente coletou informações sobre as B.O.W.s quase finalizadas lá. Sua identidade verdadeira foi descoberta por Chris Redfield e Jill Valentine, mas durante a batalha contra o Tyrant, ele escapou. Ele começou a trabalhar para as companhias rivais da Umbrella, trazendo consigo todas as informações de batalha que havia coletado.

Wesker não perdeu tempo em planejar seu próximo movimento. Seu próximo objetivo seria adquirir o G-vírus. Ele queria tomar tudo que pudesse de seu antigo rival e colega, William Birkin. Ele secretamente recebeu ajuda da espiã Ada Wong, pouco antes do desastre e subsequente bombardeamento de Raccoon City, e adquiriu uma amostra do G-vírus. Sete meses depois da destruição de Raccoon City, ele se infiltrou na base da Antártica e roubou o Vírus T-Veronica que havia sido criado por Alexia Ashford. Foi assim que Wesker adquiriu três vírus diferentes que abalariam as fundações do mundo moderno. Porém, apenas isso não iria satisfazer sua fome por poder. Sem dúvidas ele se revelará em um futuro próximo, em sua busca pelo topo do mundo.


R.P.D. (Departamento de Polícia de Raccoon) – Palavra-chave 09

(Raccoon Police Department)

A Polícia de Raccoon City era a protetora máxima dos cidadãos de Raccoon City. A delegacia, que dava aos seus visitantes uma sensação de história, constantemente tinha oficiais de polícia sendo encaminhados para qualquer parte da cidade em que fossem necessários. Durante o incidente do vírus muitos oficiais do turno da noite responderam à crise, mas todos eles morrerem desnecessariamente nas mãos de seu chefe de polícia corrupto, Brian Irons, que estava secretamente trabalhando para a Umbrella. Os momentos finais destes valentes policiais podem ser recriados a partir de suas anotações e relatórios que foram deixados pela delegacia.

Abaixo, nós reunimos várias dessas anotações.

20 de setembro de 1998. Durante sua patrulha, o sargento Neil Carlson recebeu um chamado sobre um homem suspeito andando pelos esgotos e se dirigiu ao local. O suspeito escapou, mas ele deixou para trás vários itens: uma pequena quantidade de explosivos, um timer eletrônico, um cartucho de munição 9x19mm parabellum e um visor infravermelho quebrado. Estes são itens padrões das Forças Especiais da Umbrella, mas já que a lei marcial havia sido declarada, a polícia não foi capaz de conduzir uma investigação completa. (O explosivo seria futuramente usado por Claire Redfield durante suas investigações na delegacia.)

24 de setembro. O policial Marvin Branagh recebeu um relatório de um furto e se dirigiu à cena. Duas das jóias do relógio na frente da prefeitura da cidade haviam sido roubadas. Ele foi impedido de investigar mais sobre o caso por causa da lei marcial. (Uma das jóias roubadas reapareceu no dia 26 de setembro na delegacia junto com um dono de restaurante zumbi de 42 anos, que foi baleado e morto.) Depois do surto da “doença canibal” e o tumultuo gerado na cidade, o chefe de polícia Brian Irons temeu que o depósito de armas fosse saqueado e ordenou que as armas fossem distribuídas entre os policiais. Sem demora, estes policiais perceberam que as rotas de fuga haviam sido fechadas pelo plano de Irons, e eles foram deixados sozinhos sem esperança de ajuda. Abandonados ao seu destino, os policiais restantes não tiveram escolha senão se defenderem pelo máximo de tempo que pudessem, e parcerias surgiram entre colegas de trabalho.

26 de setembro. Os zumbis finalmente invadiram a delegacia. Por causa da complexa distribuição de armas, ficamos sem munição e muitos de nós foram mortos quando os zumbis entraram. Os policiais sobreviventes se esconderam  na sala de reuniões do lado oeste e fizeram um plano para matar os zumbis restantes e resgatar seus amigos. Aqueles que participaram do plano foram David Ford (o autor destas anotações), Elliot Edward, o Meyer (nome verdadeiro desconhecido; conhecido na Homicídios como um grande atirador), e mais outros 20. Em outro lugar, o chefe Irons estava escondido em seu escritório, planejando morrer e levar os policiais junto com ele. O primeiro de nosso grupo a morrer foi Edward (não o Elliot), que deixou sua guarda baixa e levou um tiro no coração. Considerando as inúmeras dificuldades que estamos enfrentando: os zumbis que invadiram durante a primeira batalha; as fechaduras elétricas que não funcionavam; dificuldade em adquirir munição; apesar de outras armas estarem disponíveis na sala de armas, perderam o chave e ninguém sabia onde ela estava. Você pode entender o tipo de problema que tínhamos. E com a morte de Meyer, que foi morto tentando salvar David, um sentimento de desespero começou a tomar conta dos sobreviventes.

27 de setembro. Depois que as equipes de elite recuaram os zumbis ultrapassaram a barreira do lado oeste e atacaram quem estava lá. Doze policiais foram mortos, e o resto deles, exceto por Marvin, levaram os feridos para o depósito de bens confiscados para mantê-los seguros. David, bêbado e louco, talvez se sentindo responsável pela morte do Prefeito, numa fúria cega disparou sua espingarda nos zumbis e três policiais. Os Lickers apareceram e mataram outros três homens. Foi nesse mesmo período que as forças de elite foram dizimadas.

28 de setembro. Quando os zumbis invadiram a sala de reuniões, David e outros três policiais foram mortos na batalha. O papel de documentar a situação foi passado para Elliot, e sob sua sugestão, a rota de fuga pelos esgotos foi levada em consideração. Mas já que o caminho para a rota de fuga estava cheio de zumbis foi decidido que era muito perigoso prosseguir.

29 de setembro. Quando Leon S. Kennedy chegou à delegacia para assumir seu posto, Elliot e os outros estavam planejando escapar de helicóptero. Mas um grande grupo de zumbis atacou o heliporto fazendo com que o helicóptero batesse na delegacia e explodisse. O único sobrevivente foi Marvin, sozinho no escritório do lado oeste com um ferimento letal. Quando Marvin sucumbiu ao seu ferimento no mesmo dia e se tornou um zumbi, o Departamento de Polícia de Raccoon, com exceção de Brian Irons ainda em seu escritório, havia sido completamente aniquilado.

Força Policial Seleta da R.P.D.
Melhorando a Força

Os policiais mandados para lidar com os zumbis infectando Raccoon City eram de um nível mais alto do que os policiais comuns. Eles eram um grupo especial rapidamente formado depois da dissolução do S.T.A.R.S. após o Incidente da Mansão, e tinha como objetivo se tornar o equivalente da S.W.A.T. em Raccoon City. Os membros dessa nova equipe foram escolhidos por sua excelência e estavam armados com espingardas e submetralhadoras, armamento muito mais poderoso do que o de um policial comum.

Quando o desastre aconteceu, esperava-se que o novo esquadrão controlasse a situação. Mas haviam mais zumbis do que o esperado, e eles invadiram a delegacia com força inimaginável. Encarando inimigos que nem ao menos recuavam quando baleados, os policiais se encontraram numa situação cada vez pior e pouco depois de sua chegada eles já haviam sido dizimados, juntos com os membros da U.B.C.S.

Adesão
A Investigação Interna do Chefe de Polícia e as Ações de Chris

Logo após os membros sobreviventes do S.T.A.R.S. terem retornado do Incidente da Mansão, Chris Redfield fez um relatório para o Chefe da R.P.D. Brian Irons. O relatório era incrivelmente detalhado, começando com a infiltração do time na mansão e expondo a revelação de que Albert Wesker estava tramando com a Umbrella o tempo todo. E ainda assim, Irons não investigou a matéria a fundo, ignorando o relatório de Chris inteiramente. Mesmo dois meses depois do incidente, ele não fez nada para investigar as atividades da Umbrella. Desconfiando do Chefe Irons, e cansado da falta de ação, Chris foi até o Quartel General da Polícia Federal e solicitou uma investigação sobre o R.P.D. e sobre Irons. Enquanto a investigação procedia, Chris agia como se tivesse perdido a cabeça na frente de Irons para evitar suspeitas e criar mais tempo para agir livremente. Ficar irritado ao ouvir o som do café pingando e bater em Elran na Divisão Juvenil era apenas uma armação.

A investigação resultou em várias informações sobre o chefe. Ele tinha um registro criminal e tinha recebido vários subornos da Umbrella por um tempo. Mas quando chegou o relatório do líder da investigação, Jack Hamilton, Chris já havia deixado o S.T.A.R.S. para trabalhar sozinho. Isso ocorreu porque logo depois de Chris ter solicitado a investigação ele encontrou parte de um papel de pesquisas sobre o G-virus, e havia previsto o desastre por vir. Chris passou essa informação para Jill e partiu para a Europa para investigar a Umbrella sozinho.


Resident Evil 3: Nemesis – Perguntas & Respostas

O planejador da história Yasuhisa Kawamura e o diretor Kaozhiro Aoyama respondem questões sobre os bastidores do mundo de Resident Evil.

Raccoon City foi fechada pelo governo norte-americano, alguns de seus cidadãos conseguiu escapar?
Kawamura: Levou algum tempo para fechar toda a cidade, então uma grande quantidade de cidadãos já tinha escapado. E muitos dos cidadãos que escaparam foram pegos pelo governo, e o governo tomou medidas virais preventivas com essas pessoas.

Como Nemesis chegou a Raccoon City?
Kawamura: Nemesis foi lançado por um helicóptero da mesma forma que a Umbrella fez com Tyrant. A propósito, os tipos de B.O.W. Hunter foram trazidos de automóvel.

Qual é o verdadeiro objetivo da Umbrella enviando Nemesis à Raccoon City?
Kawamura: A ordem dada a Nemesis é “Acabe com todos os membros do S.T.A.R.S.”. Mas Nemesis foi colocado em Raccoon City por razões experimentais assim como os Hunters, então Nemesis completa sua tarefa apenas em Raccoon City. A Umbrella queria demonstrar o alto nível de habilidade de Nemesis ao caçar um membro do S.T.A.R.S..

Como Nemesis reconhece os membros do S.T.A.R.S.?
Kawamura: A equipe da Umbrella que desenvolveu Nemesis também o treinou usando fotos e todos os tipos de imagens visuais. Nemesis tinha inteligência, então ele completou sua tarefa entendendo a ordem.

De onde veio o nome “Nemesis”?
Kawamura: O codenome Nemesis foi dado pela equipe da Umbrella que desenvolveu Nemesis, o Laboratório de Pesquisa Nº6 da Europa. Ele significa “Deusa da Vingança”. Eu acho que eles deram a ele o nome de Nemesis para fazer os membros do S.T.A.R.S. pagarem pelo que eles fizeram ao Tyrant.

Como Dario Rosso morre?

Kawamura: Infelizmente, ele estava tão assustado com os zumbis que ele foi até o armazém, e ele abriu a porta do trailer para escapar de lá, e acabou sendo pego pelos zumbis e morto.

Onde está o Prefeito de Raccoon City?
Kawamura: Ele foi a primeira pessoa a fugir de Raccoon City e já foi colocado sob custódia do governo norte-americano.

Que tipo de banda é o “Grande E” que planejava fazer uma aprensentação no bar Jack?
Kawamura: Grande E é uma banda de Raccoon City que toca o rock’n’roll americano puro. A banda é muito famosa em Raccoon City e quase todos da cidade ouvem sua música. Felizmente, quando o desastre na cidade aconteceu, eles estavam a caminho de Raccoon City depois de uma tour, então todos os membros da banda estão seguros.

Marvin desapareceu, o que ele estava fazendo até encontrar Leon e Claire em Resident Evil 2?
Kawamura: Ele estava caminhando pelos arredores com uma mente obscura, e caiu no escritório.

Como Nicholai sobreviveu ao posto de gasolina e ao escritório?
Kawamura: Ninguém sabe como ele sobreviveu, mas ele tinha a habilidade para essa experiência. Ele foi membro das forças especias da URSS. E depois que ele escapou desses locais, ele tentou não ficar próximo de Jill por que ele estava com medo de poder interromper a tarefa de Nemesis.

Qual a data exata em que Jill tocou o sino da Torre do Relógio?
Kawamura: Era 28 de Setembro, depois disso, Jill ficou inconsciente e permaneceu assim por um dia.

Dentro do hospital, havia Hunters em cápsulas, eles foram capturados por alguém ou o hospital era um laboratório da Umbrella?
Kawamura: A Umbrella mantém estoques no hospital, mas o hospital não é um laboratório nem nada do tipo, apenas um hospital. Os Hunters foram pegos por funcionários do hospital, e colocados naquelas cápsulas para objetivos experimentais.

Por que Tyrel tentou abrir a cofre no hospital?
Kawamura: Todos os supervisores da U.B.C.S. tinham a tarefa de coletar documentos importantes ou se livrar desses documentos para a Umbrella. Ele tentou abrir o cofre por isso.

Carlos fez uma vacina para o T-Vírus, se havia uma vacina, por que as pessoas do hospital não a usaram?
Kawamura: Como você pode ler no diário deixado no hospital, os médicos já estavam quase no último passo para criar a vacina. Mas era tarde demais, e a maioria dos médicos e enfermeiras estavam infectados pelo vírus e ninguém atingiu esse objetivo.

Nicholai conhecia todos os supervisores?
Kawamura: Todos os supervisores reconhecem uns aos outros.

Que tipo de atividade foi executada pelos soldados americanos que morreram na usina de tratamento de resíduos? Ou, por que os soldados enfrentaram Tyrants?
Kawamura: Aquelas forças especiais foram enviadas à usina de tratamento de resíduos totalmente por engano. Dentro do governo americano, há pessoas da Umbrella, e alguns deles são agentes duplos que dão informações sobre a Umbrella para o governo americano. Aqueles soldados que morreram na usina foram enviados para coletar o G-Vírus e assumir a custódia dos pesquisadores da Umbrella. Mas eles não tinham informações detalhadas sobre o laboratório da Umbrella, então eles pegaram o elevador errado (eles invadiram o local pela passagem de trem). Ao mesmo tempo, a Umbrella já sabia sobre essa ação e deu ao piloto do helicóptero ordens para soltar um Tyrant sobre o R.P.D., e os outros sobre a usina. Enquantos os soldados e os Tyrants lutavam na usina, forças especiais da Umbrella apreenderam o G-Vírus no laboratório. O canhão de trilhos que os soldados americanos haviam trazido para enfrentar G não foi usado por causa do ataque inesperado dos Tyrants.

Por que Nemesis mata Nicholai?
Kawamura: Nemesis viu que Jill e Nicholai conversaram várias vezes e concluiu que Nicholai estava ajudando Jill.

Que tipo de míssil destruiu Raccoon City?
Kawamura: Detalhes sobre o tipo de míssil permanecem desconhecidos, mas era um tipo de bomba vaporizada. No mundo de Resident Evil, é a arma mais poderosa que o Exército Norte-Americano possui, assim como o canhão de trilhos.

O quanto o governo norte-americano sabe sobre a Umbrella? E por que o governo norte-americano não acusa a Umbrella abertamente?
Kawamura: Sobre as armas virais ou B.O.W. da Umbrella o governo norte-americano já é um dos maiores clientes da Umbrella e tem conhecimento o suficiente sobre elas, mas o governo norte-americano só sabe sobre os produtos da Umbrella, e eles nem mesmo tem muitos detalhes sobre os produtos que a Umbrella pesquisa. Isso é uma informação da Umbrella altamente secreta. Além disso, algumas das pessoas mais influentes do governo norte-americano são ligadas à Umbrella, então seria um grande escândalo para o governo. Não é só o governo norte-americano que está nessa situação, quase todos os países industrializados estão envolvidos.

O que Barry estava fazendo até ajudar Jill e Carlos?
Kawamura: Depois que ele se separou de Chris, ele tentou deixar sua família em um lugar seguro, e depois de acomodar sua família, ele achou que poderia fazer contato com Chris e se unir à ele e Jill. Mas ele perdeu contato com Jill, então ele decidiu voltar para Racoon City e usou um helicóptero particular para salvar Jill. Ele estava esperando até que o exército norte-americano abrisse uma brecha pouco antes do míssil atingir Raccoon City, e resgatou Jill e Carlos nesse curto espaço de tempo. É claro, ele acreditava firmemente que Jill estava viva e apostou a sua vida nisso.

Jill decidiu permanecer em Raccoon City para vigiar o laboratório de Birkin?
Kawamura: Sim, ela não sabia de detalhes, mas sabia que algo importante estava acontecendo.

Qual é o significado exato de “A última fuga de Jill”?
Kawamura: Essas palavras significam o fim de Raccoon City, o qual é o fim do cenário que servia de suporte à série Resident Evil desde o início dela.

Por favor, deixe uma mensagem para os usuários.
Aoyama: Eu lutei pela “criação de um novo medo”, “trabalhos detalhado para fãs obcecados”, “habilidade de criar um jogo jogável, e não assistível”, “desafio como um Resident Evil 3”, em um tempo de desenvolvimento limitado. Mas foram dias divertidos ao lado dos membros da equipe que perseguiram o medo e o gameplay.Resident Evil 3 é o nosso desafio para os usuários, e eu gostaria de saber como eles e sentem com relação ao nosso desafio, e como nosso desafio para os usuários ainda não acabou, eu espero que eles continuem apoiando o jogo e que se divirtam também jogando Resident Evil no futuro. Obrigado.

Tradução Japonês/Inglês: Doughboy
Tradução Inglês/Português: Davi Redfield


Diário de Jill

(Jill’s Diary)

7 de Agosto

Duas semanas se passaram desde aquele dia. Minhas feridas foram curadas, mas eu não consigo esquecer. Para muitas pessoas, isso é passado agora. Mas para mim, quando fecho meus olhos, tudo retorna claramente. Zumbis comendo a carne das pessoas e os gritos de meus companheiros morrendo. Não, as feridas em meu coração não estão curadas ainda…

13 de Agosto

Chris tem causado muitos problemas ultimamente. O que há com ele? Ele raramente fala com os outros policiais e está constantemente irritado. Outro dia, ele deu um soco em Elran, do departamente de Crimes Juvenis, só por que ele molhou acidentalmente o rosto de Chris com café. Eu imediatamente segurei Chris, mas quando ele me viu, ele simplesmente piscou para mim e foi embora. Me pergunto o que aconteceu com ele…

15 de Agosto

Meia-noite. Chris, que está de licença para “férias”, me ligou, então eu fui até seu apartamento. Assim que eu entrei em sua sala, ele me mostrou alguns pedaços de papel. Eles eram parte de um relatório de pesquisa de um vírus intitulado simplesmente “G”. Então Chris me disse que “O pesadelo ainda continua”. E completou dizendo que “Ainda não está acabado”. Desde aquele dia, ele tem lutado sozinho sem descanso, sem nem mesmo me contar.

24 de Agosto

Chris deixou a cidade hoje para ir para a Europa. Barry me disse que ele iria enviar sua família para o Canadá, e então seguiria Chris. Eu decidi permanecer em Raccoon City mais um pouco, por que eu sei que o laboratório de pesquisa nessa cidade será muito importante para esse caso inteiro. Em um mês ou mais, eu me unirei à eles em algum lugar da Europa. É quando minha verdadeira luta vai começar…


Arquivo Fotográfico Confidencial

(Classified Photo File)

Na minha opinião, eu acho que ainda é cedo demais para usar isso, “A Espada de Paracelsus”, no atual combate. Porém, para adquirirmos o G-vírus que a Umbrella desenvolveu, ela nos será de grande ajuda.
O poder do “Canhão de Trilhos” é satisfatório, mas por favor, note que ele ainda possui alguns problemas.

Coronel da Divisão de Tecnologia,
Franklin Hart


Wesker Report

Meu nome é Albert Wesker. Eu aspirei me tornar um pesquisador chefe da Umbrella Inc. Uma empresa farmacêutica que secretamente conduzia o desenvolvimento de Armas Bio Orgânicas, mais conhecidas como B.O.W.1. Mas no principal centro de treinamento e desenvolvimento situado em Raccoon City, eu encontrei um brilhante e talentoso pesquisador que decidiu trilhar um caminho diferente; William Birkin. Em certo ponto, eu me transferi para o S.T.A.R.S., uma unidade de forças especiais do Departamento de Polícia de Raccoon. A Umbrella, devido a crises de gerenciamento de seu desenvolvimento ilegal de Armas Bio Orgânicas, tinha muitas pessoas trabalhando no departamento de polícia. Eu me tornei o líder do S.T.A.R.S. e conduzi todos os tipos de atividades de inteligência para a Umbrella. Como eu continuava a servir, eu elaborei meus próprios planos e esperei pelo momento certo para executá-los. Então afinal, a oportunidade surgiu.

Os estranhos incidentes de assassinatos que ocorreram na floresta próxima à mansão começaram tudo. A mansão era um laboratório de B.O.Ws secreto da Umbrella e estava claro que o t-vírus que ainda estava em desenvolvimento era a causa dos assassinatos.Inicialmente, a Umbrella me instruiu secretamente a manter os S.T.A.R.S. fora do caso, mas o crescimento da comoçao dos cidadãos não me deixou outra opção a não ser adentrar no caso. Foi quando minha próxima ordem foi dada. Levar os S.T.A.R.S. para a mansão, me livrar deles, então reportar a situação para o quartel-general, assim seus dados de combate com as B.O.Ws poderiam ser usados para análise permitindo à Umbrella compreender as habilidades de combate das B.O.Ws. Das duas equipes do S.T.A.R.S. eu primeiro enviei a Equipe Bravo. Como esperado, a equipe de elite do S.T.A.R.S. deram tudo o que tinham e se tornaram dados de exemplo úteis. Então, eu me preparei com a Equipe Alpha para “procurar e resgatar” a Equipe Bravo desaparecida. Os membros da Equipe Alpha também provaram seu valor e, como o esperado, muitos morreram.

Houveram 5 sobreviventes dos 11 membos iniciais do S.T.A.R.S.. Da Equipe Alpha, restaram Chris Redfield, Jill Valentine e Barry Burton. E da Equipe Bravo restaram Rebecca Chambers e Enrico Marini. Era hora de começar a executar os meus planos. No meio do caso inteiro eu poderia roubar a Arma Bio-Orgânica suprema da Umbrella, o Tyrant, e unir forças com a corporação rival da Umbrella. Para assegurar meu lugar na corporação rival, eu precisaria dos dados de combate do Tyrant. Os privilegiados membros sobreviventes do S.T.A.R.S. eram a isca perfeita. Eu decidi fazer com que um deles bancasse o Judas e atraísse os demais para o Tyrant. Esse Judas era Barry. Barry tinha um senso forte de justiça e verdade e adorava sua família acima de qualquer coisa. Seu tipo era fácil de manipular. Eu só tirei dele a coisa que lhe era mais importante. Meu único erro de cálculo foi quanto ao potencial alto de Chris e Jill. Mas com o homem de família Barry bancando o Judas, tudo correu como o planejado. Então os ventos mudaram inesperadamente.

Eu tive que eliminar Enrico, que descobriu quem estava por trás de tudo. Eu usei Barry para pegá-lo. Depois de me livrar com sucesso desse incômodo, eu esperei a amostra de espécime que Barry traria para mim na sala do Tyrant. Eu injetei o vírus que recebi de Birkin pouco antes. Se eu fizesse a Umbrella acreditar que eu estava morto, isso faria ser bem mais conveniente me vender para a corporação rival. De acordo com Birkin, o vírus tinha efeitos profundos. Ele colocaria o meu corpo em um estado de “morte” temporária. E então me traria de volta á vida com poderes super-humanos. Portanto, eu liberei um maravilhoso Tyrant de seu êxtase e o deixei me atacar. Enquanto eu perdia a consciência, eu tinha certeza de que todo o plano terminaria com sucesso. Eu nunca imaginei que aqueles S.T.A.R.S. poderiam destruir a vil criação. Eu perdi o Tyrant e o plano que eu elaborei, que havia custado minha humanidade, acabou falhando. Agora, tudo e todos que ficaram em meu caminho serão exterminados. Foi assim por um longo tempo e sempre será assim. Eu farei com que os S.T.A.R.S. paguem a qualquer custo.

Dois meses se passaram desde o incidente da mansão. Para recuperar tudo que eu tinha perdido em minha nova organização, eu juntei forças à Ada Wong, uma agente que foi enviada para espionar a Umbrella. Eu sabia que o principal desenvolvedor era William Birkin, mas o que ele não sabia era que a Umbrella não faz jogos… Com ninguém.
Eventualmente, Birkin seria assassinado, e o G-vírus estaria nas mãos da Umbrella. Mas a equipe de recuperação liderada por Hunk estava à frente de nós. Quando eles chegaram até Birkin, ele já havia injetado o G-vírus em si mesmo… Ele se tornou sua própria criação, e acabou com eles. Pouco depois disso, o t-vírus levado por ratos se espalhou por Raccoon City, e a Umbrella encarou seu pior cenário. Os bons cidadãos se tornaram zumbis e a cidade tinha sido levada à um devastador destino. Humanos não eram páreos para os zumbis. Em meio ao caos, a Umbrella da Europa enviou um novo tipo de B.O.W., chamada “Nemesis”. Nemesis caçaria e destruiria a membro sobrevivente do S.T.A.R.S., Jill. Se tornou imperativo que nossa organização obtivesse também dados sobre o Nemesis.

Para encobrir o caso inteiro, a Umbrella enviou um Tyrant para cuidar de Leon e Claire, que estavam tentando descobrir seus segredos. Então, uma nova revelação. Birkin havia escondido as descobertas de seus estudos no pingente de sua filha, Sherry. Era muito provável que o G-vírus estivesse lá. Enquanto a Umbrella estava ocupada em encobrir o caso, nós tínhamos que capturar Sherry antes que eles o fizessem. Eu enviei Ada secretamente para procurar a localização de Sherry. Eu, o “homem morto”, por outro lado, tinha que trabalhar nas sombras. A obrigação e prioridade de uma espiã é, em uma missão, cumprí-la como uma máquina, sem nenhuma interferência emocional. Mas com sua interação e envolvimento com Leon S. Kennedy, havia uma afeição crescendo dentro dela. Meus instintos sentiram o perigo, algo tinha que ser feito, rapidamente. Meus instintos não me desapontaram. Mesmo Ada quase tendo colocado suas mãos no G-vírus, o qual Leon tinha adquirido de Sherry, essa afeição dela a levou para a própria morte. Mas ela ainda era útil. Eu tive que salvar sua vida. Meu pessoal se apressou em recuperar o G-vírus que Leon jogou fora. Mas Hunk, o único sobrevivente da equipe de recuperação da Umbrella, chegou lá antes de nós.

Nossa única opção era trazer de volta Birkin, o monstro, como uma amostra de espécime e fazer com que ele acabasse com Leon e Claire, para obtermos seus dados de combate. Apesar de Birkin perder sua batalha para Leon e Claire, nós tivemos sucesso em obter amostra do G-vírus de seu cadáver. Pela manhã, o governo bombardeou Raccoon City, em um tentativa de conter a contaminação viral. Esse era, é claro, seu motivo falso. Mais tarde, Claire foi para a Europa procurar seu irmão desaparecido, Chris, e Leon uniu forças à uma organização secreta anti-Umbrella.

Sherry está segura em nossas mãos. Eu nunca subestimaria Birkin. Há algo nessa garotinha… 2

Notas de Rodapé

1. Bio-Organic Weapons, no original em inglês, daí a sigla B.O.W.
2. Essa última linha relacionada à Sherry foi removida em uma versão revisada do relatório, lançada no 10º aniversário da série, em 2006.
Tradução Inglês/Português: Davi Redfield

Transcrição: Biohaze


Síntese da Vacina

(Vaccine Synthesis)

Quaisquer seres infectados pelo G-vírus irão se reproduzir através da impregnação de um embrião dentro de outro ser vivo. A menos que seja rejeitado pelo seu hospedeiro, o embrião causará um processo de invasão celular gradual, infectando as células do hospedeiro em um nível molecular e reescreendo seu DNA. Uma vez que a metamorfose esteja completa, o hospedeiro será capaz de continuar esse ciclo de auto-replicação.
A duração de tempo para o processo concluir esse curso irá variar de indivíduo para indivíduo. Nos estágios iniciais de invasão celular, é possível impedir a progressão da metamorfose através da administração do antígeno G-vacina.

O seguinte procedimento detalha sua síntese. A criação da vacina requere a base da vacina.

Isso pode ser arranjado com o ativador VAM. Primeiro, coloque o cartucho vazio no VAM e o ative. Depois de alguns instantes o processo será completado e uma base da vacina de cor branca será colocada no cartucho automaticamente. Certifique-se que a luz verde está ligada, remova o cartucho e proceda para a próxima etapa. Quando a base da vacina estiver preparada, coloque-a na máquina de síntese da vacina localizada na sala de experimento do nível P-4. A máquina é totalmente automatizada e só requere que o usuário aperte o botão de início da sequência. Nesse ponto, o programa irá se executar automaticamente e a síntese será completa dentro de aproximadamenteo 10 segundos. Como a síntese do DEVIL é um processo extremamente delicado, a qualidade irá variar com leves choques ou mudanças de temperatura. É necessário um manuseio cuidadoso para obter resultados apropriados.


Relatório do Vírus Mãe (EX)

(Mother Virus Report)

O Vírus Mãe foi descoberto primeiro por Ozwell E. Spencer. E foi ele que fundou a Umbrella Inc.. Com o passar do tempo, a pesquisa de Spencer foi levada adiante pelo Dr. James Marcus. Porém, Dr. Marcus abusou de seu poder e precisou ser demitido.

Depois do Dr. James Marcus, veio o Dr. William Birkin. Os experimentos do Dr. Birkin produziram muitos resultados impressionantes, incluindo o T-vírus. Presume-se que ele irá terminar seu trabalho no mais poderoso G-vírus em um futuro próximo.

Atualmente, a pesquisa com o Vírus Mãe é conduzida em nossos laboratórios por todo o mundo. No futuro, nós esperamos descobrir muitos vírus novos.


Instruções da Operação (EX)

(Operation Instructions)

As ordens para o Agente Especial Hunk são as seguintes:

Penetrar no laboratório de pesquisa da Umbrella localizado fora de Raccoon City.
Recuperar a amostra do G-vírus do Dr. William Birkin.

Você está autorizado a usar quaisquer meios necessários para obter essa amostra.

Depois de recuperada, a amostra deve ser entregue em Loire Village. Falhar nessa missão não é uma opção.

Divisão Francesa
Diretora Chefe do Laboratório de Pesquisa & Desenvolvimento
Christine Henri


Diário do Chris

(Chris’s Diary)

8 de Agosto

Eu falei com o chefe de novo hoje, mas ele se recusou a me ouvir. Eu tenho certeza absoluta que a Umbrella conduziu pesquisas com o T-Vírus naquela mansão. Qualquer um infectado se torna um zumbi. Mas a mansão foi completamente destruída naquela explosão; junto com todas as evidências incriminadoras. Como a Umbrella emprega muitas pessoas na cidade, ninguém quer falar sobre o incidente. Parece que as minhas opções estão acabando.

17 de Agosto

Nós estamos recebendo várias denúncias sobre estranhos monstros aparecendo aleatoriamente pela cidade. Isso deve ser trabalho da Umbrella.

24 de Agosto

Com a ajuda de Jill e Barry, eu finalmente consegui uma informação vital para esse caso. A Umbrella começou a trabalhar no novo G-Vírus, uma variação do T-Vírus original. Eles já não causaram dano o suficiente? Nós falamos sobre isso, e decidimos ir para o QG principal da Umbrella, na Europa. Eu não vou avisar minha irmã sobre essa viagem, por que fazer isso pode colocá-la em perigo.

Claire, por favor, me perdoe.


Carta para o Chefe

(Mail to the Chief)

Para: Sr. Brian Irons, Chefe do Departamento de Polícia de Raccoon City

Nós perdemos o laboratório da mansão devido à um operativo renegado, Albert Wesker. Felizmente, sua interferência nao terá nenhum efeito sobre nossa atual pesquisa de vírus. Nossa única preocupação é a presença dos membros remanescentes do S.T.A.R.S.: Redfield, Valentine, Burton, Chambers e Vickers. Se vier à luz que os S.T.A.R.S.    tem alguma evidência das atividades de nossa pesquisa, livre-se deles de forma que pareça ser puramente acidental. Continue a monitorar o progresso deles e certifique-se que o que eles sabem não vá a público. Annette vai continuar a ser seu contato durante esse caso.

William Birkin

Para: Sr. Brian Irons, Chefe do Departamento de Polícia de Raccoon City

Eu depositei a quantia de US $10000 em sua conta por seus serviços, como combinado. O desenvolvimento do G-vírus previsto para substituir o T-vírus, está quase completo. Uma vez completado, eu tenho certeza de que eun serei indicado para ser um membro do quadro executivo da Umbrella Inc. É importante que nós procedamos com cautela. Redfield e os membros remanescentes do S.T.A.R.S. ainda estão tentando descobrir informações sobre o projeto. Continue a monitorar suas atividades e impeça todas as tentativas de investigar as instalações de pesquisa subterrâneas.

William Birkin

Para: Sr. Brian Irons, Chefe do Departamento de Polícia de Raccoon City

Nós temos um problema. Eu recebi a informação de que o QG a Umbrella enviou espiões para recuperar minha pesquisa sobre o G-vírus. Há um número desconhecido de agentes envolvidos. Não deve ser permitido que eles tirem esse projeto de mim já que ele representa o trabalho da minha vida inteira. Procure na cidade inteira por pessoas suspeitas. Prenda qualquer pessoa assim por quaisquer meios possíveis e entre contato comigo imediatamente através de Annette. Com essas precauções, qualquer possível ameaça deve ser eliminada. Eu não vou permitir que ninguém roube meu trabalho no G-vírus. Nem mesmo a Umbrella…

William Birkin


Carta para Chris

(Mail to Chris)

DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL
– RELATÓRIO DE INVESTIGAÇÃO INTERNA

Sr. Chris Redfield
Departamento de Polícia de Raccoon City
Divisão S.T.A.R.S.

Conforme sua solicitação, nós conduzimos nossa própria investigação interna e descobrimos as seguintes informações:

1.) A respeito do G-vírus atualmente em desenvolvimento pela Umbrella, Inc.

Até agora não foi confirmado nem mesmo que o G-vírus exista. Nós continuaremos com nossa investigação.

2.) A respeito do Sr. Brian Irons, Chefe do Departamento de Polícia de Raccoon City.

O Sr. Irons tem recebido um grande número de fundos em subornos da Umbrella Inc. nos últimos cinco anos. Ele esteve aparentemente envolvido no encobrimento do caso do laboratório da mansão, assim como em diversos outros incidentes nos quais a Umbrella parece ter envolvimento direto.

O Sr. Irons já foi preso por suspeita de estupro em dois casos separados durante seus anos de estudante universitário. Ele soi submetido a avaliação psiquiátrica por causa das acusações, mas foi liberado devido à evidência circunstancial, assim como sua fenomenal reputação acadêmica.

Dito isso, é aconselhado extremo cuidado ao lidar com ele.

Jack Hamilton,
Chefe de Seção
Investigações Internas
Departamento de Polícia Federal
Estados Unidos


Soldados Americanos vs. Tyrants

Em Resident Evil 3: Nemesis, na parte final do jogo, Jill chega à uma Fábrica “abandonada” pertencente à Umbrella. Nessa Fábrica, no local onde se encontra o arquivo Classified Photo File, e no local seguinte, onde está posicionada a Espada de Paracelsus¹, há vários corpos de soldados americanos (11, no total) e 5 corpos de Tyrants, sendo que um está em sua forma de Super Tyrant. Esse local foi palco de uma sangrenta batalha entre humanos e monstros, cujo resultado final foi a morte de todos os participantes, de ambos os lados.
Segundo o file Classified Photo File, abaixo…

Eu ainda acho que é cedo demais para usar essa “Espada de Paracelsus” no combate atual, mas isso não ajuda no caso dela ser necessária como último recurso na missão para apreender o G-Vírus que a Umbrella desenvolveu.O poder do canhão de trilho é satisfatório, mas por favor, note que eu ainda estou tendo alguns problemas.Vá atingir com o martelo magnético aqueles que se rebelam contra nós, pela glória dos Estados Unidos da America.

Coronel de Tecnologia, Franklin Hart.

… a Espada de Paracelsus seria utilizada na missão de apreensão do G-Vírus.
Além disso, segundo o livro Resident Evil Archives, William Birkin mantinha contato com militares americanos, que estavam extremamente interessados em ter Birkin trabalhando para o Governo, como pode ser visto no trecho do livro citado abaixo:
(mais…)