Traduções, Artigos, Entrevistas

Posts com tag “Sherry Birkin

Sherry Birkin

Sherry Birkin (Resident Evil 2)

Dados Pessoais

Idade: 12 anos
Tipo sanguíneo: O
Altura: ?
Peso: ?

Sherry é a única filha da figura central no programa G-Vírus, William Birkin. Talvez por ela não ter recebido nenhuma demonstração de amor de seus pais, ela não fala muito e parece ter dificuldades em demonstrar qualquer emoção. Depois do acidente biológico que aconteceu em Raccoon, ela foi para a delegacia procurar por ajuda como sua mãe, Annette, a havia instruído. Ela foi forçada a fugir do grupo de policiais zumbis no local.

Foi Claire Redfield, que tinha vindo para a cidade procurar por seu irmão mais velho, que salvou a solitária e desamparada garota. No início, Sherry estava completamente aterrorizada e não faria nada, mas quando ela percebeu que Claire era humana, ela baixou sua guarda e começou a trabalhar junto com ela. Porém, algo horrível estava perseguindo Sherry insistentemente enquanto ela procurava uma forma de fugir da delegacia. Era o Tyrant de produção em massa, o qual tinha sido enviado pela Umbrella para a delegacia. O objetivo de sua perseguição era obter a amostra do G-Vírus que estava dentro do medalhão pendurado no pescoço de Sherry, que foi escondida ali por seu pai. Mas Sherry não sabia que o vírus estava contido dentro de seu pertence mais valioso, e ela estava apenas tentando escapar…

Embora a perseguição do Tyrant tenha continuado, não foi a Umbrella que colocou as suas mãos no medalhão, mas sim Ada Wong, uma espiã enviada por uma organização diferente. Ela vinha esperando por uma chance de roubar o G-Vírus. Apesar de parecer que Sherry não seria mais um alvo depois que o medalhão foi roubado, as garras venenosas de uma nova ameaça a aguardavam: o monstro G, que um dia tinha sido o seu próprio pai, William Birkin. Sua mente havia sido destruída pelo G-Vírus mas ainda agindo de acordo com seus instintos paternos, ele tentou implantar seu embrião em Sherry para torná-la um veículo transmissor para o vírus.

Porém, com o bem-estar de Sherry em mente, foi Annette, mãe de Sherry e parceira de confiança de William, que permaneceu forte apenas com a menor das esperanças em seu coração. Sherry estava com uma febre muito alta, e parecia que o G-Vírus iria assumir o controle dela, mas ela se recuperou quando Claire injetou a vacina nela. Depois de escapar de Raccoon City, Sherry foi colocada sob proteção do governo norte-americano. Ela está sendo mantida a salvo, e é a única pessoa no mundo com uma resistência ao G-Vírus.


Claire Redfield

Claire Redfield (Resident Evil 2)

Dados Pessoais

Idade: 19 anos
Tipo sanguíneo: O
Altura: 1,69 m
Peso: 52,4 kg

Uma estudante universitária ativa que ama motocicletas mais do que qualquer outra coisa, Claire é a irmã mais nova de Chris Redfield e tem bastante orgulho do trabalho dele como membro do S.T.A.R.S. Ela tem uma personalidade forte, e mesmo sendo uma civil, ela pode usar de tudo, de uma faca de combate a um lança-mísseis. Quando foi procurar por Chris, ela usava uma faca em uma bainha em seu peito e carregava uma pistola. Suas habilidades de combate com uma faca e seus tiros altamente precisos são prova de que ela prestou bastante atenção nas lições de seu irmão mais velho. Além disso, sua destreza com as mãos está em par com a de Jill Valentine, e ela é uma especialista no arrombamento de trancas.

Depois que Chris foi para a Europa, ela ficou preocupada com o bem-estar de seu irmão e foi para Raccoon City investigar. Quando ela chegou, a cidade já estava destruída pelo surto do T-Vírus.
Logo, ela se viu sendo atacada por hordas de zumbis. Ela foi salva por Leon S. Kennedy, que na época era um recruta no Departamento de Polícia de Raccoon City. Pouco depois de se encontrarem, seu caminho foi bloqueado quando um caminhão tanque descontrolado explodiu.

Claire vagou pela cidade que tinha se transformado em um cenário do Inferno. Enquanto lutava para sobreviver, ela encontrou uma menina chamada Sherry Birkin e ficou determinada a escapar com ela. Então, ela identificou o plano secreto do G-vírus da Umbrella. Finalmente, cooperando com Leon, ela conseguiu escapar de Raccoon City. Mas esse não foi o fim para ela. Depois de se separar de Leon, ela continuou sua busca por Chris. Quando ela ouviu que Chris tinha penetrado no centro da organização da Umbrella, ela foi imediatamente para a Europa.

Usando um colete estampado com o símbolo de uma Valquíria, Claire se infiltrou em um laboratório de pesquisa em Paris. Mas apesar dela ter agido como uma profissional, ela logo foi descoberta e capturada pela Umbrella. Nesse ponto, Claire conhecia todos os segredos da Umbrella, então ela foi aprisionada na Ilha Rockfort. Porém, pouco depois de sua prisão, forças desconhecidas atacaram a ilha e Claire teve a chance de escapar de sua cela. Ela e Steve Burnside, a quem ela tinha encontrado na prisão, iniciaram sua fuga da ilha.
Então, depois de enviar um e-mail para Leon, ela se reuniu com seu querido irmão, Chris.

  • Claire ama tanto motocicletas que ela tem duas motos enormes. Uma das motos aparece na abertura. A outra moto pode ser vista na sua tela de ranking.
  • Em “RE:CV”, Claire veste uma roupa que facilita sua mobilidade, consistindo em um colete vermelho e uma calça jeans reta. Ela é muito atraente com seu estilo de roupa selvagem de motoqueira. A propósito, o colete que ela usou em “RE 2” ainda está em posse de Sherry.
  • Tanto o colete que Claire usou em “RE: 2” quanto o que ela usou em “RE: CV” tinham um desenho bastante ousado em sua parte de trás. O colete de “RE 2” tinha um desenho de um anjo dizendo “Feito no Céu”, que também pode ser visto na roupa secreta de Chris em “RE”. O colete em “RE: CV” mostra uma guerreira Valquíria e o slogan “Me Deixe Viver”.

Wesker Report

Meu nome é Albert Wesker. Eu aspirei me tornar um pesquisador chefe da Umbrella Inc. Uma empresa farmacêutica que secretamente conduzia o desenvolvimento de Armas Bio Orgânicas, mais conhecidas como B.O.W.1. Mas no principal centro de treinamento e desenvolvimento situado em Raccoon City, eu encontrei um brilhante e talentoso pesquisador que decidiu trilhar um caminho diferente; William Birkin. Em certo ponto, eu me transferi para o S.T.A.R.S., uma unidade de forças especiais do Departamento de Polícia de Raccoon. A Umbrella, devido a crises de gerenciamento de seu desenvolvimento ilegal de Armas Bio Orgânicas, tinha muitas pessoas trabalhando no departamento de polícia. Eu me tornei o líder do S.T.A.R.S. e conduzi todos os tipos de atividades de inteligência para a Umbrella. Como eu continuava a servir, eu elaborei meus próprios planos e esperei pelo momento certo para executá-los. Então afinal, a oportunidade surgiu.

Os estranhos incidentes de assassinatos que ocorreram na floresta próxima à mansão começaram tudo. A mansão era um laboratório de B.O.Ws secreto da Umbrella e estava claro que o t-vírus que ainda estava em desenvolvimento era a causa dos assassinatos.Inicialmente, a Umbrella me instruiu secretamente a manter os S.T.A.R.S. fora do caso, mas o crescimento da comoçao dos cidadãos não me deixou outra opção a não ser adentrar no caso. Foi quando minha próxima ordem foi dada. Levar os S.T.A.R.S. para a mansão, me livrar deles, então reportar a situação para o quartel-general, assim seus dados de combate com as B.O.Ws poderiam ser usados para análise permitindo à Umbrella compreender as habilidades de combate das B.O.Ws. Das duas equipes do S.T.A.R.S. eu primeiro enviei a Equipe Bravo. Como esperado, a equipe de elite do S.T.A.R.S. deram tudo o que tinham e se tornaram dados de exemplo úteis. Então, eu me preparei com a Equipe Alpha para “procurar e resgatar” a Equipe Bravo desaparecida. Os membros da Equipe Alpha também provaram seu valor e, como o esperado, muitos morreram.

Houveram 5 sobreviventes dos 11 membos iniciais do S.T.A.R.S.. Da Equipe Alpha, restaram Chris Redfield, Jill Valentine e Barry Burton. E da Equipe Bravo restaram Rebecca Chambers e Enrico Marini. Era hora de começar a executar os meus planos. No meio do caso inteiro eu poderia roubar a Arma Bio-Orgânica suprema da Umbrella, o Tyrant, e unir forças com a corporação rival da Umbrella. Para assegurar meu lugar na corporação rival, eu precisaria dos dados de combate do Tyrant. Os privilegiados membros sobreviventes do S.T.A.R.S. eram a isca perfeita. Eu decidi fazer com que um deles bancasse o Judas e atraísse os demais para o Tyrant. Esse Judas era Barry. Barry tinha um senso forte de justiça e verdade e adorava sua família acima de qualquer coisa. Seu tipo era fácil de manipular. Eu só tirei dele a coisa que lhe era mais importante. Meu único erro de cálculo foi quanto ao potencial alto de Chris e Jill. Mas com o homem de família Barry bancando o Judas, tudo correu como o planejado. Então os ventos mudaram inesperadamente.

Eu tive que eliminar Enrico, que descobriu quem estava por trás de tudo. Eu usei Barry para pegá-lo. Depois de me livrar com sucesso desse incômodo, eu esperei a amostra de espécime que Barry traria para mim na sala do Tyrant. Eu injetei o vírus que recebi de Birkin pouco antes. Se eu fizesse a Umbrella acreditar que eu estava morto, isso faria ser bem mais conveniente me vender para a corporação rival. De acordo com Birkin, o vírus tinha efeitos profundos. Ele colocaria o meu corpo em um estado de “morte” temporária. E então me traria de volta á vida com poderes super-humanos. Portanto, eu liberei um maravilhoso Tyrant de seu êxtase e o deixei me atacar. Enquanto eu perdia a consciência, eu tinha certeza de que todo o plano terminaria com sucesso. Eu nunca imaginei que aqueles S.T.A.R.S. poderiam destruir a vil criação. Eu perdi o Tyrant e o plano que eu elaborei, que havia custado minha humanidade, acabou falhando. Agora, tudo e todos que ficaram em meu caminho serão exterminados. Foi assim por um longo tempo e sempre será assim. Eu farei com que os S.T.A.R.S. paguem a qualquer custo.

Dois meses se passaram desde o incidente da mansão. Para recuperar tudo que eu tinha perdido em minha nova organização, eu juntei forças à Ada Wong, uma agente que foi enviada para espionar a Umbrella. Eu sabia que o principal desenvolvedor era William Birkin, mas o que ele não sabia era que a Umbrella não faz jogos… Com ninguém.
Eventualmente, Birkin seria assassinado, e o G-vírus estaria nas mãos da Umbrella. Mas a equipe de recuperação liderada por Hunk estava à frente de nós. Quando eles chegaram até Birkin, ele já havia injetado o G-vírus em si mesmo… Ele se tornou sua própria criação, e acabou com eles. Pouco depois disso, o t-vírus levado por ratos se espalhou por Raccoon City, e a Umbrella encarou seu pior cenário. Os bons cidadãos se tornaram zumbis e a cidade tinha sido levada à um devastador destino. Humanos não eram páreos para os zumbis. Em meio ao caos, a Umbrella da Europa enviou um novo tipo de B.O.W., chamada “Nemesis”. Nemesis caçaria e destruiria a membro sobrevivente do S.T.A.R.S., Jill. Se tornou imperativo que nossa organização obtivesse também dados sobre o Nemesis.

Para encobrir o caso inteiro, a Umbrella enviou um Tyrant para cuidar de Leon e Claire, que estavam tentando descobrir seus segredos. Então, uma nova revelação. Birkin havia escondido as descobertas de seus estudos no pingente de sua filha, Sherry. Era muito provável que o G-vírus estivesse lá. Enquanto a Umbrella estava ocupada em encobrir o caso, nós tínhamos que capturar Sherry antes que eles o fizessem. Eu enviei Ada secretamente para procurar a localização de Sherry. Eu, o “homem morto”, por outro lado, tinha que trabalhar nas sombras. A obrigação e prioridade de uma espiã é, em uma missão, cumprí-la como uma máquina, sem nenhuma interferência emocional. Mas com sua interação e envolvimento com Leon S. Kennedy, havia uma afeição crescendo dentro dela. Meus instintos sentiram o perigo, algo tinha que ser feito, rapidamente. Meus instintos não me desapontaram. Mesmo Ada quase tendo colocado suas mãos no G-vírus, o qual Leon tinha adquirido de Sherry, essa afeição dela a levou para a própria morte. Mas ela ainda era útil. Eu tive que salvar sua vida. Meu pessoal se apressou em recuperar o G-vírus que Leon jogou fora. Mas Hunk, o único sobrevivente da equipe de recuperação da Umbrella, chegou lá antes de nós.

Nossa única opção era trazer de volta Birkin, o monstro, como uma amostra de espécime e fazer com que ele acabasse com Leon e Claire, para obtermos seus dados de combate. Apesar de Birkin perder sua batalha para Leon e Claire, nós tivemos sucesso em obter amostra do G-vírus de seu cadáver. Pela manhã, o governo bombardeou Raccoon City, em um tentativa de conter a contaminação viral. Esse era, é claro, seu motivo falso. Mais tarde, Claire foi para a Europa procurar seu irmão desaparecido, Chris, e Leon uniu forças à uma organização secreta anti-Umbrella.

Sherry está segura em nossas mãos. Eu nunca subestimaria Birkin. Há algo nessa garotinha… 2

Notas de Rodapé

1. Bio-Organic Weapons, no original em inglês, daí a sigla B.O.W.
2. Essa última linha relacionada à Sherry foi removida em uma versão revisada do relatório, lançada no 10º aniversário da série, em 2006.
Tradução Inglês/Português: Davi Redfield

Transcrição: Biohaze