Traduções, Artigos, Entrevistas

Inserted Evil

Relatório Sobre Vector

(Vector Report)

Relatório de treinamento – Centro de Treinamento da Ilha Rockfort, XXXXXXXX

Minha análise inicial dos novos recrutas foi inteiramente precisa com uma exceção. O recruta Vector me impressionou desde o início mas eu acredito que minha avaliação de suas habilidades não fizeram jus a ele.
Tudo sobre Vector é afiado – como as lâminas que ele gosta tanto de usar quando e onde for possível. Numa das primeiras manhãs de treinamento, os recrutas foram colocados um a um para combate. Vector foi colocado com um russo grande que havia sido da Spetsnaz. Apesar de não avaliar o treinamento das forças russas e suas estratégias, o russo que enfrentou Vector era um bom espécime, claramente acostumado com agarrões em locais fechados.
Eu sinalizei para o início do combate e como eu esperava, o russo avançou para tentar agarrar Vector como um urso. Vector ficou parado até parecer que seria esmagado. No último segundo, Vector foi ao chão e deu uma rasteira no russo. Sem seu equilíbrio, o russo começou a cair – apenas para encontrar o cotovelo de Vector que se movia com grande força enquanto ele se levantava.
Enquanto o russo caía para trás, seu nariz e mandíbula claramente quebrados, novamente Vector ficou parado como uma estátua na mesma pose que tinha feito tanto estrago. Apenas quando o russo caiu inconsciente no chão que Vector se moveu de novo, olhando com desdém para seu oponente.
Obviamente eu tinha que testar minhas próprias habilidades contra as dele.
Depois de testarmos as defesas de cada um com chutes baixos, investidas e socos fracos, Vector lançou um ataque contra mim – um soco seguido de uma série de chutes giratórios. Eu bloqueei cada um dos ataques, mas tive que recuar.
Então foi minha vez de atacar. Percebendo que a perna esquerda de Vector estava em cascalho solto e não concreto sólido, eu foquei meus atques no seu joelho esquerdo, sabendo que esta superfície seria mais difícil de pular. Chute seguido de soco seguido de chute enquanto eu buscava atingir meu objetivo. Apesar de nenhum dos meus golpes ter atingido seu alvo, eu estava buscando uma abertura específica – e então eu vi.
Quando Vector bloqueou um dos meus socos, eu usei o impulso para me girar e atingi meu obetivo. Eu estava atrás dele e pronto para executar um neck breaker. Mas quando me posicionei para executar o golpe mortal (simulado neste caso), eu fui parado. Vector pegou meus dois braços e os usou como plataformas par saltar sobre minha cabeça.
Eu me virei e nós nos encaramos. “Impressionanante” eu disse. Vector inclinou sua cabeça em minha direção. “Obrigado, senhor.”
Este é apenas um acontecimento entre vários. Eu continuarei a monitorar ele com grande interesse – e formalmente peço que pelo menos parte de seu treinamento seja conduzido com minha própria equipe em operações reais.

HUNK
Centro de Treinamento da Ilha Rockfort, XXXXXXXX

Anúncios

Relatório Sobre Irons

(Irons Report)

Esse relatório é secreto -CONFIDENCIAL-
Preparado por XXXXXXXXXXXX

Na nossa reunião de Operações do ano passado, vários membros expressaram preocupações sobre Brian Irons, o Chefe de Polícia de Raccoon City. O Chefe Irons tem sido um “amigo” da Umbrella já por vários anos, agindo como um intermediário, e alguém que nos ajudou a continuar nossos negócios de forma relativamente fácil.

Porém, com o passar do tempo, o comportamento de Irons se tornou cada vez mais errático e exibicionista, levantando suspeitas entre seus colegas de trabalho, outros poderes de Raccoon City e até mesmo entre os moradores de Raccoon City, que acham que ele é um policial corrupto.
Nossa preocupação era que o comportamento do Chefe pudesse levar a uma investigação das autoridades. Esse parece ser o caso, já que sua conduta no trabalho está passando por um exame minucioso conduzido dentro de seu próprio departamento. Sua secretária registrou recentemente uma queixa oficial contra ele relatando comportamento abusivo e o armazenamento de obras de arte caras por todo o Departamento de Polícia de Raccoon.

Essa situação foi resolvida para a satisfação das autoridades, mas nossa recomendação é que comecemos a tomar medidas para remover Irons de nossas operações antes que ele se torne um problema para o nosso trabalho dentro e fora de Raccoon City, e mais importante, antes que um de seus ataques resulte em uma conexão sendo feita entre a Umbrella Corporation e Irons.

Porém, nós devemos ser cautelosos. Irons esteve a nosso serviço nos últimos cinco anos, e durante esse tempo, por associação, ele tomou conhecimento de algumas de nossas iniciativas mais delicadas. Nós não podemos simplesmente cortar relações com Irons e arriscar que ele revele alguns dos nossos projetos mais controversos que nós estivemos conduzindo na área.

A situação está, é claro, exacerbada pelo fato de que ele é o Chefe de Polícia, e portanto, mesmo com suas ações recentes, possui o respeito e o apoio da população e autoridades locais.

Nós não podemos tentar desacreditá-lo trazendo seu passado a tona de novo, já que ele foi considerado inocente de ambas as acusações – mesmo Irons tendo recentemente admitido que cometeu os dois crimes. Nós também não podemos, é claro, revelar que ele é corrupto sem revelar nossa própria participação em suas atividades.

Porém, uma coisa é certa: nós não podemos simplesmente nos sentar e esperar que Irons continue a jogar. Nós devemos assumir que seu notável e extremo comportamento psicopático irá continuar. Nós acreditamos que o poder que ele agora possui, tanto oficialmente através de sua posição quanto extra-oficialmente através da Umbrella, fez com que ele se julgasse intocável. Quem sabe o que ele irá dizer, e para quem?

Esse é o motivo pelo qual nós devemos agir – e essa precisa ser uma ação extremamente cautelosa. Nossa recomendação é que nós monitoremos a situação cuidadosamente e se uma oportunidade para acertar as coisas surgir, nós a aproveitemos.

É claro, qualquer atitude que tomarmos precisará assegurar uma separação limpa, sem pontas soltas ligando de volta para a Umbrella.


Relatório Psicológico: William Birkin

(WB Psychological)

Histórico Pessoal Confidencial – Apenas para a Divisão de Pessoal da Umbrella

Comentários finais

Birkin continua a exibir uma estranha mistura de mania e reserva. Observá-lo falar sobre seu trabalho é como assistir uma luta interna entre a parte dele que deseja impressionar com detalhes e escalas, e a que deseja manter tudo em segredo.

Suas afirmações obsessivas sobre “o futuro” também são preocupantes. Ele se recusa a dar qualquer idéia ou informação real sobre o que esse futuro reserva para ele, mas mesmo assim… ele também parece ver esse futuro como um lugar verdadeiramente bom para ele e sua família.

Ele está incrivelmente cansado. Sua ética de trabalho é louvável – mas quanto tempo ele pode trabalhar nesse ritmo antes de cometer erros? O fato dele ter ficado muito agitado ao ser questionado sobre seu passado é um sinal dessa fadiga – particularmente a conversa relacionada à força policial local.

Na opinião deste departamento, a Umbrella deve continuar a manter um olhar extremamente atento no Dr. William Birkin e assegurar que suas avaliações psicológicas aconteçam em intervalos muito mais regulares. Nossa sugestão é marcar uma nova avaliação para o próximo mês. Talvez as coisas já tenham se acalmado um pouco até lá.

Unidade de Avaliação Psicológica da Umbrella


Relatório Psicológico: HUNK

(Psychological Report)

Nome do indivíduo: HUNK
Ocupação do indivíduo: agente da USS
Razão para o relatório:
HUNK recentemente tem visto muita ação e conduziu uma quantidade de operações relativamente intensas e ainda assim não mostrou nenhum sinal de estresse ou qualquer resposta emocional. Nossas sessões tiveram como objetivo verificar se HUNK sofreu algum dano pscológico de longo termo escondido como resultado de sua participação nessas operações.

Primeiras impressões:
Minhas primeiras impressões de HUNK foram de um homem incrivelmente comprometido com seu trabalho. Na verdade, em todas as minhas conversas com ele, ele nunca sugeriu que sua vida envolvesse qualquer outra coisa além de seus deveres como um membro da USS. Isso porém não era visto como algo negativo – HUNK não estava reclamando – na verdade parecia que HUNK não estava interessado em nada que não fosse relacionado à sua vida como um membro da USS.
É difícil imaginar HUNK reclamando de alguma coisa. Ele é um produto de sua profissão em que ele é um homem que segue ordens à risca – sem se preocupar com sua própria segurança, ou com as consequências de suas ações.
É na verdade difícil fazer HUNK falar sobre coisas em grande detalhe – e literalmente impossível fazê-lo falar sobre si mesmo. Mesmo depois de várias sessões, eu ainda estou no escuro sobre boa parte de seu passado – sua família, amigos (estou quase certo que HUNK veria o conceito de “amigos” como engraçado) ou mesmo relacionamentos (o nome Bella parece ter algum efeito nele apesar de eu ter que verificar que relacionamento seria exatamente) são portas fechadas.
Com algum outro indivíduo eu sugeriria que preciso de mais tempo para quebrar sua resistência, para realmente chegar ao HUNK interno – mas é aparente para mim que HUNK não está oferecendo nenhuma resistência. É quase como se ele tivesse apagado essas partes de sua vida de sua memória. Isso poderia ser um método que ele desenvolveu para se proteger dos horrores que viu – para separar seu lado humano do lado soldado. O problema é, eu acho que o lado soldado é tudo que sobrou nele. Meu medo é que o lado humano de HUNK esteja perdido para sempre.
Como um psicólogo, este é um estudo fascinante. Eu deveria imaginar isso de um comandante da USS, HUNK é um soldado ideal – quase como o lendário super soldado. Ele parece não ter morais ou restrições, não tem medo e nenhum desejo aparente de sair e voltar a uma vida individual.
HUNK fica mais animado quando f@la sobre a ação que ele viu. Mas mesmo assim, ele não está tent#ndo impr6ssionar, ele simplesmente n??r$ o que aconteceu.
O incidente ao qual chegaremos a mais detalhes demonstra que sua personalidade fria e desligada não é uma atuação, mas a#@g?? que é n&^ p@*( dele. É isso que ??@%^& ###.. tui luwl +%•ª ©? mais estudos se neces€#.

*******************O RESTO DO ARQUIVO ESTÁ FALTANDO*******************


Relatório Interno

(Internal Report)

 Memorando interno da Umbrella -CONFIDENCIAL-
Assunto: HUNK

Acabei de voltar de Rockfort…
Você estava certo sobre HUNK; ele é realmente uma coisa mas sem dúvidas de confiança.
Eu acho que devemos usar ele quando transportarmos aquilo.
Ele pode se tornar volátil no transporte.
A USS será melhor equipada caso ele escape. Seu treinamente contra B.O.W. vai pelo menos lhes dar uma chance.
Mas ninguém pode saber o que está dentro… ainda não. Nem mesmo HUNK.
Ele não vai gostar. Mas ele vai seguir as ordens.
Ele nos seguiria ao inferno se pedíssemos…