Traduções, Artigos, Entrevistas

Umbrella

Escada para o Sol

O lema da Umbrella Pharmaceutical, Inc. era “preservando a saúde das pessoas”.  Por trás de toda a sua íntegra imagem pública, entretanto, a Umbrella mascarava um propósito sombrio: o desenvolvimento ilegal de vírus e B.O.W.s (Armas Bio-Orgânicas)¹. A grande corporação internacional foi oficialmente estabelecida em 1968, mas a razão para sua fundação vem de quase cem anos antes, em meados do século 19.

Durante este período de tempo, manchetes de jornais contavam lendas de exploradores intrépidos fazendo explorações na África. Henry Travis, um membro da próspera companhia mercantil Travis Trading, decidiu seguir estes passos, e usou o dinheiro de sua família para custear sua própria expedição ao continente. Ele publicou um relato de sua jornada em uma enciclopédia de 72 volumes intitulada “Inspeção da História Natural²”, mas seus relatórios meticulosamente detalhados foram rejeitados como o produto de pura licença criativa. No fim, apenas algumas poucas cópias do conjunto foram publicadas, para serem vendidas como meros romances.

Nas décadas seguintes, a Inspeção da História Natural foi preservada pelo seu valor estético entre um pequeno grupo de colecionadores apaixonados. Logo, encontrou nova apreciação nas mãos de Ozwell E. Spencer, um membro de uma poderosa família de nobres e posteriormente fundador da Umbrella. Spencer teve interesse na descrição do livro de costumes folclóricos regionais, particularmente dos rituais da tribo Ndipaya; era dito que eles possuíam uma flor, conhecida como “Escada para o Sol”, que concedia grande poder àqueles que a consumiam.

Local de cultivo da flor Escada para o Sol (Resident Evil 5)

Com o intuito de aprender mais sobre essa misteriosa flor, Spencer chefiou uma expedição à África em 1966, acompanhado do virologista James Marcus e seu nobre companheiro Edward Ashford. Usando as descrições fornecidas na Inspeção da História Natural, eles vasculharam as terras da tribo Ndipaya e eventualmente encontraram as ruínas antigas onde a Escada para o Sol crescia. Com as ruínas eles encontraram uma câmara sagrada, o único lugar onda as plantas iriam crescer. A câmara era conhecida como “O Jardim do Sol”.

As pesquisas sobre a Escada para o Sol foram realizadas principalmente por Marcus e seu pupilo, o pesquisador chefe Brandon Bailey. Aqueles primeiros dias foram brutais: O pequeno grupo foi forçado a defender-se dos constantes ataques dos legítimos proprietários  do jardim, os Ndipaya, sem nem mesmo a garantia de que aquela pesquisa levaria a algum lugar. Naquele severo ambiente, até mesmo Marcus começara a tremer nas bases.

Então enfim, após três meses de pesquisa, tudo valeu a pena. Como Marcus havia teorizado, a flor carregava em suas pétalas um vírus anteriormente não descoberto que podia recombinar o código genético de um organismo. Eles chamaram o vírus de “Progenitor”, e então nomearam a planta “Flor Progenitora”. Marcus rapidamente teve as flores trazidas para seu próprio laboratório em casa.

Marcus queria se jogar na pesquisa do Progenitor, mas ele imediatamente encontrou uma barreira inesperada: as flores cultivadas no laboratório não produziam o vírus Progenitor! Mesmo quando o ambiente foi ajustado para se assemelhar às condições da câmara africana – água, solo, temperatura, umidade, luz solar – as pétalas ainda assim não produziam o vírus. Marcus rapidamente esgotou o suprimento do vírus que ele havia trazido da África, e um ano se passou sem que houvesse resultados úteis.


1 – Bio-Organic Weapons no original.
2 – Survey of Natural History, no original .
3 – Progenitor Flower, no original.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s