Traduções, Artigos, Entrevistas

Albert Wesker

Dados pessoais

Idade: 48 anos (RE5)
Tipo sanguíneo: O
Altura: 1,90 m
Peso:  90 kg

Albert Wesker (Resident Evil 5)

Toda vez que um incidente viral ou com B.O.W.s ocorre no mundo, um homem sempre está lá, seja à frente dele ou controlando as coisas das sombras. O nome desse homem é Albert Wesker.

Após descobrir as propriedades de controle mental de certos parasitas na Europa, Wesker elaborou um plano para obter uma amostra dessas “Las Plagas” do culto Los Illuminados. Então, em 2004, ele enviou Ada Wong e Jack Krauser para se infiltrarem no culto e retornarem com uma amostra de uma Plaga de controle. Seu plano perfeito falhou, porém, quando Krauser foi derrotado por Leon, e Ada o traiu, trazendo à ele uma amostra de uma Plaga subordinada inferior. Sem se deixar abater, Wesker mais tarde adquiriu uma Plaga de controle morta através de meios alternativos.

Cinco anos depois, Wesker apareceu na África, tanto com a divisão farmacêutica da companhia Tricell quanto com uma de suas principais figuras, Excella, sob seu comando. Ele queria usá-las para transformar seu sonho em realidade: a realização do “Projeto Uroboros”.

Wesker um dia trabalhou para Spencer como pesquisador genético da Umbrella, e ele tinha herdado seu desejo há muito amado – usar o Vírus Progenitor para criar uma nova raça da humanidade. Toda a história manchada de sangue de Wesker tinha sido a serviço disso, a ambição de seu “pai”.

Como presidente da Umbrella, Spencer derramou o sangue de sua vida no desenvolvimento de B.O.W.s. Por trás de suas ações,  porém, existia uma motivação muito maior e mais aterrorizadora: usar os vírus para evoluir a humanidade, e declarar a si mesmo Deus em um novo mundo que ele mesmo criou. A realização de seu sonho, porém, iria precisar de preparação. Ele acumulou centenas de crianças com genes superiores de todo o mundo, e então as inoculou com o Vírus Progenitor para aumentar sua inteligência e dar à elas habilidades super-humanas. Esse plano foi chamado o “Projeto Wesker”, por causa do nome do pesquisador na época, e todas as crianças receberam o sobrenome “Wesker.” Essas crianças foram enviadas para todas as partes do globo, e mantidas sob atenta supervisão.

Vários anos depois, Albert Wesker surgiu novamente no Centro de Treinamento em Gestão da Umbrella em Raccoon City. Spencer o reconheceu como o pináculo do grupo já de elite das “crianças Wesker” e quis mantê-lo por perto. Spencer então executou o próximo passo do projeto Wesker: injetar todos os Wesker com um vírus experimental. Quase todos os indivíduos morreram, mas Albert fazia parte do pequeno grupo de sobreviventes. Ele então renasceu com habilidades super-humanas que o colocaram no nível de uma B.O.W.

Depois de seu tempo no Instituto de Pesquisas Arklay, Wesker se uniu às forças especiais de Raccoon City, o S.T.A.R.S. Ele serviu nominalmente como capitão da Equipe Alpha, mas estava agindo secretamente como um espião para a Umbrella. Ele sacrificou sua equipe para adquirir dados de combate das B.O.W.s na mansão nas Montanhas Arklay, mas ele não tinha intenção de entregar esses dados para a Umbrella – ao invés disso, ele queria levá-los consigo para uma das rivais da Umbrella. Seus planos foram destruídos, porém, quando Chris e Jill mataram a B.O.W., Tyrant. Pensava-se que Wesker também tinha morrido naquela ocasião, mas na verdade, sua morte foi apenas forjada, como parte do processo de se injetar com o vírus de Spencer.

Vários meses depois do Incidente da Mansão, Wesker apareceu novamente na Ilha Rockfort, liderando uma força de invasão para a rival da Umbrella. Ele roubou com sucesso o T-Veronica, e teve uma reunião inesperada com Chris, que tinha vindo salvar sua irmã mais nova.

Em 2006, Wesker trouxe um fim para o homem que o tinha criado. Chris e Jill também estavam lá para prender Spencer, mas não tinham esperança de competir com as habilidades super-humanas de Wesker. Ele brincou com os dois, e quando se preparava para matar Chris, Jill pulou sobre ele e o levou consigo para o abismo. Wesker sobreviveu, levou Jill e injetou nela a droga P30 para mantê-la sob rígido controle. No final, ele aprofundou seu envolvimento com a Tricell, na esperança de usá-la para concluir o Projeto Uroboros.

A condição de Wesker não era totalmente estável, e para mantê-la, ele tinha que injetar regularmente em si a droga chamada PG67A/W. Chris e Sheva causaram nele uma overdose dessa droga, enfraquecendo suas habilidades. Em uma última tentativa de destruí-los para sempre, Wesker injetou em si o Uroboros – uma tentativa que se mostrou inútil. Wesker foi derrotado por Chris e Sheva, e seu corpo se perdeu no fluxo de lava.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s