Traduções, Artigos, Entrevistas

Unidade Regional Privada de Contenção de Perigos Biológicos

Operação T-A.L.O.S.

Quatro anos depois da destruição de Raccoon City, os ex-membros do S.T.A.R.S. Chris Redfield e Jill Valentine se uniram à Unidade Regional Privada de Contenção de Perigo Biológico (B.C.U.¹), uma organização civil que jurou se opor ao bioterror em todas as partes do globo. Diferente da unidade de contenção de perigos biológicos da Umbrella, a U.B.C.S. – cuja verdadeira missão era obter dados em zonas de infecção biológica – o objetivo da B.C.U. era a completa erradicação de todo bioterror. Ela era formada por uma pequena equipe de civis de elite carregando armamento de nível militar.

Em Fevereiro de 2003, a B.C.U. recebeu uma informação que a divisão russa da Umbrella estava desenvolvendo um novo tipo de B.O.W., e Chris e Jill se uniram à operação para pará-los. A pequena unidade desceu na instalação em dois helicópteros de ataque Mil Mi-24, planejando se infiltrar no centro de pesquisas e destruir a nova B.O.W. Essa operação foi chamada mais tarde de Operação T-A.L.O.S.

No dia da operação, Chris e Jill chegaram ao local, apenas para descobrir que um acidente biológico tinha acontecido no nível quatro do laboratório de pesquisa, matando 90% dos pesquisadores no local. Era o pior cenário possível: a chance de sobrevivência na atmosfera infectada era de menos de 2%.

As instalações tinham sido construídas para desenvolver a B.O.W. humanóide “Talos”, um novo tipo de Tyrant controlado remotamente por computador. Esse era um conceito muito diferente daquele do Nemesis Tipo-T, o qual utilizava o parasita Nemesis para conferir inteligência ao corpo de um Tyrant de produção em massa. O diretor do projeto era um executivo da Umbrella muito próximo de Spencer, o Coronel Sergei Vladimir. Chris e Jill sabiam que se eles o derrotassem, eles estariam impedindo a ressurreição da Umbrella diretamente pela raiz.

Ironicamente, Wesker apareceu ao mesmo tempo com o mesmo objetivo. Ele conseguiu matar Sergei, e escapou com os dados da Umbrella armazenados no computador U.M.F.-013.

Felizmente, os fins também eram os mesmos. Naquele mesmo ano, Wesker enviou os dados que ele adquiriu para o governo, o que levou à derrota direta da Umbrella nos Tribunais de Raccoon. Cinco anos depois do Incidente da Mansão, a Umbrella estava oficialmente morta.

Chris e Jill tinham cumprido seu primeiro objetivo – a queda da Umbrella – mas a batalha real ainda estava por vir. Spencer, o homem por trás de tudo, tinha desaparecido, e precisava ser trazido à justiça – assim como o inimigo mortal deles, Wesker.

¹ – Private Regional Biohazard Containment Unit

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s